Notícias da Diocese

Padre de Alagoinhas participa de IV Congresso Presbiteral do Regional da CNBB

“Identidade e Espiritualidade do Presbítero a partir do Concilio Vaticano II” este é o tema que foi discutido durante o IV Congresso Presbiteral, realizado em Ilhéus de segunda-feira(3) a quinta-feira(6). O Congresso é uma organização da Comissão Regional do Nordeste III, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, e contará com a participação de representantes dos presbíteros das vinte e três (23) Dioceses da Bahia e três (03) de Sergipe. Pe.José Btaz, representante do clero da Diocese de Alagoinhas participou do congresso.

De acordo com o Padre Aldemiro Sena (Padre Miro) Presidente Regional de Presbíteros – Regional Nordeste 3 “o IV Congresso Presbiteral do Regional Ne 3 tem o objetivo de refletir, aprofundar e partilhar o nosso ministério, nossa espiritualidade, nossa missão e corresponsabilidade. O Congresso quer incentivar tudo aquilo que identificamos como luz na caminhada, e buscar formas de superação para todas as sombras e desafios que enfrentamos em nossa caminhada.”

Tendo por lema “Sede meus imitadores como também eu sou de Cristo”! (1cor 11,1), o Congresso aconteceu no Centro de Treinamento de Lideres Santa Cruz – CTL, situado na Entrada do bairro Teotônio Vilela, na Rodovia Jorge Amado. O bispo da Diocese de Ilhéus, Dom Mauro Montagnoli fez a abertura do evento que foi encerrado com a Celebração Eucarística na Catedral Diocesana São Sebastião, em Ilhéus, presidida pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.  No primeiro dia as atividades foram iniciadas com as conferencias do Bispo D. Giovanni Crippa (Diocese de Estância – SE) que em sua mensagem sobre “Identidade do Presbítero” e “Espiritualidade do Presbítero”, disse que “o dom que o presbítero recebeu não é para si; mas para ser colocado ao serviço dos outros” .

Já o Padre Lázaro C. Muniz da Catedral Basílica de Salvador, disse que: “O Congresso irá renovar as esperanças fazendo com que possam ser de fato Ministros e vivam o Ministério que foram ordenados de maneira digna coerente e acima de tudo na Fraternidade.”
A partir daí a programação inclui oficinas, palestras e também uma noite cultural. A conclusão terá uma síntese dos trabalhos que será encaminhada a todos os presbíteros integrantes do Regional Nordeste III. Com informações do Jornal Bahia Online.

PALAVRA DO BISPO

Dom Walmor