Notícias da Diocese

Nove mil fiéis participaram do Congresso Estadual da RCC

Cerca de nove mil católicos participaram, na manhã do dia 30 de agosto, do encerramento da 16ª edição do Congresso da Renovação Carismática (RCC) Bahia, que teve início no dia 28 de agosto. Com confiança em Nossa Senhora, os participantes iniciaram o encontro comba recitação do Terço.

Em seguida, o Santíssimo Sacramento foi conduzido pelo gramado da Arena Fonte Nova até o altar, para a adoração, que foi conduzida pelo frei Elias Vella. Com orações e louvores os fiéis suplicaram a Jesus pelas famílias, pela situação atual do país e pela Igreja, de modo especial pelos padre e bispos que pastoreiam a Bahia. “Hoje nós recebemos a graça de orar pela nossa dificuldade no Brasil”, disse a paroquiana do Divino Espírito Santo (Federação), Josefa Rodrigues dos Santos, que há 16 anos participa do congresso.

De acordo com o bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Gilson Andrade da Silva, a RCC na Igreja é um sinal claro do Espírito Santo, que sempre renova as estruturas, especialmente os corações. “Um congresso da Renovação Carismática é sempre uma oportunidade de um novo Pentecostes para aqueles que estão na Renovação Carismática e, consequentemente, para as pessoas que serão evangelizadas por esses membros. Depois, outra coisa que me parece tão importante é que a Renovação é um movimento na Igreja que destaca a importância da oração. O papel da oração na vida do cristão é fundamental, e o papel da oração na vida da Igreja também”, afirmou.

Os participantes contaram ainda, com palestras sobre o poder do Espírito Santo e sobre a vida em comunidade. “Para mim esse encontro é um avivamento, uma apropriação da identidade de filha de Deus, de herdeira, de me apropriar do poder de filha. É um momento de renovação, de bênção”, disse Luzinete Maria Oliveira, da paróquia Nossa Senhora do Carmo (Salinas das Margaridas).
As crianças também tiveram participação no encontro e ficaram sob os cuidados do Ministério das Crianças. Antes da Missa, meninos e meninas fizeram uma apresentação. “Muitas pessoas ao longo desses anos, desde o surgimento da Renovação, fizeram uma experiência forte com Cristo, que transformou suas vidas, que as colocou de uma maneira diferente no mundo, na sociedade e na Igreja”, disse Dom Gilson.

Por volta das 12h20, Dom Gilson subiu ao altar para presidir a Missa de encerramento do Congresso, que foi concelebrada por padres da Arquidiocese de Salvador e de outras dioceses da Bahia. “É uma experiência ímpar. Então, para nós, é de grande importância, porque o católico deve estar sempre envolvido nos momentos religiosos e este é um encontro nota 10″, disse o coordenador do Terço dos Homens da paróquia São José de Amaralina, Eudálio Sales.

PALAVRA DO BISPO

Dom Walmor