Notícias da Diocese

É preciso reconhecer Jesus nos pobres e marginalizados, afirma Dom Paulo Romeu

DSC09079

“É preciso reconhecer Jesus nos pobres e marginalizados. Naqueles que estão ao nosso redor e representam o rosto sofrido e chagado de Nosso Senhor”. Com essas palavras, Dom Paulo Roeu, bispo diocesano de Alagoinhas, finalizou a homília da Missa de Corpus Christi, nesta quinta-feira (04), no Ginásio de Esportes do Colégio Santíssimo Sacramento em Alagoinhas. A missa foi concelebrada por Dom Jaime Mota, bispo emérito, pelos padres das paroquias de Alagoinhas e contou com a participação de milhares de fiéis, além de religiosas e dos ministros extraordinários da Comunhão.

DSC09179

Lenços brancos estampados com o tema do Ano da Paz deram o tom da festa. “Estamos celebrando a Festa da Eucaristia, fonte de Paz e de Sabedoria. Vamos caminhar pelas ruas de Alagoinhas com Jesus Sacramentado, o Príncipe da Paz. Que Ele possa abençoar nosso povo e nos livrar de toda e qualquer violência”, destacou dom Paulo. Durante a missa as religiosas presentes foram homenageadas, por ser 2015 o Ano da Vida Consagrada. Ao final da celebração uma multidão acompanhou o Pálio, sob o qual estava o Santíssimo Sacramento, conduzido pelo bispo. No percurso rosas brancas simbolizando a paz foram entregues. A imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida também foi levada na procissão.

PALAVRA DO BISPO

Dom Walmor