Notícias da Diocese

Dia de Finados é marcado por celebrações e visitas aos cemitérios em Alagoinhas

O Dia de Finados, celebrado neste domingo (02), foi marcado por celebrações e visitas aos cemitérios, em Alagoinhas. No principal cemitério da cidade, Praça da Saudade, ocorreram missas às 9h e 17h e durante todo o dia grupos se revezaram nos momentos de oração. Segundo o vigário paroquial da Catedral Santo Antônio, Pe. Jailton Rocha, responsável pelo cemitério, o Dia de Finados é momento  de celebração da saudade e da esperança cristã. “A morte na perspectiva cristã embora tenha um aspecto doloroso de desmontar a tenda do corpo na nossa travessia terrestre e signifique a separação física dos seres queridos e dos amigos, é apenas um passamento, uma passagem para a vida eterna de felicidade que nos aguarda na Casa do Pai, se formos justos e misericordiosos”, lembra. O padre também lamentou o assassinato de dois jovens que ocorreu no interior do cemitério. “Estava me preparando para celebrar a missa quando soubemos da morte destes dois jovens. Irmãos que estavam trabalhando na lavagem de túmulos e foram dizimados pela triste violência que assola a nossa cidade”, lamentou.

No cemitério Paraíso da Saudade, administrado pelos frades capuchinhos, também houveram missas durante todo o dia, além de momentos de oração conduzidos por grupos, pastorais e movimentos. “Milhares de pessoas estiveram hoje no Cemitério Paraíso da Saudade, que é o maior de Alagoinhas. Estivemos de prontidão acolhendo as pessoas e ajudando-os à refletir e celebrar a esperança da ressurreição”, lembra o Fr. José Luis Conceição. Durante o domingo também houveram missas nos cemitérios de Boa União e Riacho da Guia que são administrados pelas paróquias Nossa Senhora de Fátima e Santa Terezinha, respectivamente.

PALAVRA DO BISPO

Dom Walmor

EVENTOS

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2020› »