Notícias da Igreja

Novos bispos participam de encontro na CNBB

Novosbispos

O 25º Encontro de Novos Bispos, promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), teve início ontem, 11, na sede da instituição, em Brasília (DF).

O evento, que transcorrerá até o próximo dia 15, visa promover uma convivência entre os novos bispos, nomeados pelo para Francisco de setembro de 2013 até julho de 2014. O arcebispo de Palmas (TO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, da CNBB, dom Pedro Brito Guimarães, afirma que o encontro é importante por ser o primeiro contato daquele que foi escolhido e nomeado bispo com a estrutura da CNBB. “Esse curso, que na verdade tem mais o formato de encontro, tem como objetivo primeiro a convivência entre eles”, ressalta.

Por meio do curso, os novos bispos podem conhecer a estrutura, os trabalhos e os serviços da CNBB, além de se aproximarem das comissões, das pastorais e dos assessores. Dom Pedro destaca ainda que os participantes irão visitar o Congresso Nacional e conhecer um pouco mais a respeito da questão política, que acaba afetando as questões religiosas. “Pode parecer até estranho mas o bispo deve saber também que existe o Congresso, o Senado e a Câmara, que incidem diretamente na diocese que ele trabalha. Muita coisa chega ou não chega lá dependendo dos representantes políticos”, afirma o arcebispo de Palmas.

Para dom José Carlos de Sousa Campos, nomeado bispo de Divinópolis (MG) em maio deste ano, a rotina mudou um pouco, desde a sua nomeação. “Hoje o leque de atividades é maior. A diocese de Divinópolis tem 25 municípios e 53 paróquias, então gasto alguma parte do meu tempo para me deslocar entre essas localidades”, explica.

Dom José nutre boas expectativas para o encontro e afirma que o primeiro ganho do evento é mesmo a convivência. “Aqui estão os bispos de muitos lugares do país, muitas cidades, e vamos partilhar um pouco o nosso ser Igreja no Brasil. Claro que além disso, é importante conhecer a estrutura da CNBB, essa casa que, de alguma forma, passa a ser também do bispo no tempo da sua missão”, concluiu o bispo de Divinópolis.

PALAVRA DO BISPO

DOM FREI JOSÉ UBIRATAN LOPES OFMCAP

Facebook